A mão entre pernas I

Julho 18, 2013

Se alguma vez pensei nisto estaria a sonhar certamente. Uma mão entre pernas, apêndice de um corpo de pele branca. Mulher que tens tu aí? Pensei eu para comigo em grito de espanto. A possibilidade de acordar com uma mão nascida do ventre é muito improvável, até pela surrealidade e absurda situação.

Mas agora que cá está, até dá jeito, coça-me, toca-me, excita-me, masturba-me, enfim uma delícia. O dificil é sair de casa, é que a mão tem vida própria e nem sempre me obedece. Tenho momentos em que não consigo me controlar e dou comigo a gemer numa sala de espera para o dentista ou na fila do supermercado.

Continua…

Flávio Andrade

Anúncios

Julho 18, 2013